Historial

A Associação Empresarial de Soure (AESoure) foi fundada a 18 de Outubro de 2000, por intermédio de sete associados (fundadores) que se uniram tendo em vista a criação de uma entidade que representasse os interesses das atividades económicas do concelho de Soure.

Não obstante à sua fundação remontar a essa data, a AESoure só viria a iniciar a sua atividade a 16 de Julho de 2007, por intermédio de um grupo de empresários dinâmicos, que com base no projeto delineado pelos associados fundadores, deu origem a um verdadeiro movimento associativo, através da promoção de ações destinadas à defesa dos interesses do tecido empresarial do concelho de Soure e angariação de novos associados.

Face à necessidade de projetar a AESoure, os novos corpos sociais traçaram como grande desafio a organização da Feira Anual de São Mateus / FATACIS (Feira do Artesanato, Turismo, Agricultura, Comércio e Industria de Soure), o que viria a marcar decisivamente o desenvolvimento da associação, já que nesse seguimento a AES conseguiu sedimentar a sua posição na comunidade concelhia, bem como aumentar significativamente a sua massa associativa (evento organizado pela AES até á presente data).

Nesse seguimento, a AESoure passou a ser dotada, desde 2008, de uma estrutura profissionalizada (acrescida ao trabalho prestado em regime de voluntariado pelos corpos sociais), tendo vindo a disponibilizar, desde então, vários serviços de apoio aos seus associados (e protocolos comerciais), afirmando-se, no presente, como uma verdadeira associação interventiva no seu contexto económico – social.

Entidade parceira no projeto “Condomínio da Terra”, protocolado em 2008 no contrato de custódia do território – Reserva de Carvalho Português, no âmbito do programa criar bosques, cuidar da biodiversidade, entre o Município de Soure, Quercus e outras entidades de desenvolvimento local. Atividades desenvolvidas: plantação; acompanhamento; e estimulo à responsabilidade em cada cidadão, no que toca ao cuidado a ter com as florestas.

Entidade parceira da APPACDM de Soure, desde 2008, no âmbito da integração, formação e aumento de competências socioprofissionais dos seus utentes. Apoio na organização de eventos de apoio à instituição e animação dos utentes.

Em 2010 a AESoure levou a cabo em parceria com o Município de Soure o Levantamento do Tecido Empresarial Concelhio, por forma a caracterizar e catalogar as empresas existentes no Concelho de Soure.

Parceira do GIP (Gabinete de Inserção Profissional) – Desde a criação deste gabinete pelo IEFP no Município de Soure, a AESoure tem sido entidade parceira no apoio e dinamização de iniciativas que visem a empregabilidade dos desempregados concelhios (bolsa de emprego, bolsa de estágios, empreendedorismo), tendo em especial atenção pelos desempregados de longa duração.

Parceiros do Agrupamento de Escolas Martinho Árias – Soure durante o período de atividade do CNO sediado na escola, para levantamento das necessidades de formação do concelho e encaminhamento para a empregabilidade dos seus beneficiários. A AESoure é também membro do Conselho Geral do Agrupamento de Escolas Martinho Áreas (Soure).

Parceira no CLAS (Conselho Local de Ação Social) – assumindo a posição de entidade com real capacidade de apoio, a AESoure é naturalmente membro deste Conselho Local.

Parceiro do Instituto de Segurança Social no NLI de Soure (Núcleo Local de Inserção), com apoio direto na inserção profissional e social dos beneficiários do RSI e preferência na seleção de formandos para ações de formação realizadas na AESoure.

Entidade de Apoio ao Empreendedor (EAE) para o concelho de Soure, no projeto de apoio ao empreendedorismo na Região de Coimbra promovido pela CIM-RC. A AESoure tem por objetivo prestar apoio especializado às empresas e empresários e aos potenciais empreendedores identificados nos GAE´s, no GIP ou concursos de ideias lançados com a finalidade de potenciar a capacidade empreendedora dos participantes, alunos escola, desempregados, etc … (a atividade poderá ser verificada no site oficial do projeto www.construirfuturos.pt).

Parceiro do GAL (Grupo de Ação Local) da Terras de Sicó – Associação de Desenvolvimento. (a atividade poderá ser verificada no site oficial do projeto www.terrasdesico.pt/proder/gal3.php ).

Parceiro na Rede Castelos e Muralhas do Mondego – Apoio nos eventos de empreendedorismo cultural e criativo (rede mentores) e Entidade de Apoio ao Empreendedor local.

Em 2011 a AESoure viu aprovado pelo Modcom um projeto de animação, dinamização e promoção do centro urbano de Soure (Comércio de Soure…Animação e Bem Estar!), desenvolvendo iniciativas de apoio, animação e dinamização do comércio de proximidade existente neste centro Urbano (o projeto foi concluído em 2012).

Desde 2012 que a AESoure organiza no centro urbano de Soure uma “Mega Esplanada” inserida no Roteiro Comercial e Gastronómico de Soure. Esta ação é realizada com o apoio dos restaurantes do centro urbano e do Município de Soure e visa promover a gastronomia local, a restauração local, os comércios existentes no centro urbano, os pequenos expositores de artesanato urbano, os produtores de produtos agrícolas e os grupos musicais locais.

Em 2012 foi aprovado o projeto formativo da AESoure, submetido ao POPH no âmbito da tipologia 2.3 Formações Modulares Certificadas, com um volume de formação de 825 horas, distribuído por diversas áreas (Comércio, Ciências Informáticas, Secretariado, Contabilidade e Fiscalidade, Segurança e Higiene no trabalho, Industrias Alimentares, Proteção de Pessoas e Bens e Hotelaria e Restauração). O projeto foi concluído na íntegra até dezembro de 2014.

Em 2014 a AESoure foi também entidade parceira, da Profiforma, na dinamização do grupo de empresas presentes na “Academia PME Grupo de Soure”, apoiado pelo IAPMEI no âmbito do financiamento do POPH, na tipologia 3.1. Formação-ação, com incentivo de apoio às empresas, que aliou momentos de formação para empresários/gestores em sala, com apoio especializado de consultoria nas empresas e à medida das suas necessidades.

Em 2016 a AESoure viu aprovada a sua candidatura ao aviso CENTRO-51-2015-01 – Sistema de Apoio às Ações Coletivas do Portugal 2020, para apoio ao empreendedorismo qualificado e criativo e iniciou o “Project For You” projeto de promoção do espirito empresarial no concelho de Soure. No desenvolvimento deste projeto nasce a parceria de apoio com o Município de Soure que dá origem à INES – Incubadora de Negócios e Empresas de Soure.

Em 2017, resultado da aprovação de candidaturas aos projetos de Formação-Ação do Portugal 2020, vê aprovados os projetos Dinamizar (Aviso 34/SI/2015), Melhor Turismo (Aviso 05/SI/2016) e QI PME (Aviso POCI-60-2016-08). Com estes projetos intensificou-se a formação dos empresários e gestores para a reorganização e melhoria das capacidades de gestão, assim como dos trabalhadores das 55 empresas em candidatura.

De acordo com os estatutos a AESoure desenvolve atividades de apoio às empresas, potenciado e dinamizando as empresas existentes no concelho de Soure (gabinete de apoio ao associado, organização de conferências e workshops informativos, parcerias comerciais, apoio na realização de planos de negócio, apoio na organização de candidaturas aos fundos estruturais para as empresas, apoio á contratação, entre outros serviços destinados ás empresas) e aos sócios singulares, pessoas individuais, empregados ou desempregados (prestando apoio formativo e de inserção no mercado de trabalho).

A AESoure tem sido também potenciadora do desenvolvimento da economia social, designadamente no domínio de desenvolvimento local, não só, na realização do projeto formativo direcionado para a formação de quadros nas empresas mas também direcionado para os desempregados de curta ou longa duração que necessitam de entrar no mundo do trabalho e que são um fator de extrema importância para a fixação das empresas e para a sustentabilidade das instituições (mão de obra qualificada) no concelho de Soure, mas também, na organização de eventos de caris social e de apoio aos desfavorecidos.

Por tudo isto, a AESoure é hoje uma entidade reconhecida pelo trabalho desenvolvido e pelo empenho nas parcerias com as mais diversas entidades regionais e concelhias.

Compare

Pin It on Pinterest

Share This